Perfil epidemiológico de pacientes ortopédicos atendidos na Fisioterapia em um Centro de Reabilitação

  • Lusicleide Galindo da Silva Moraes FAMAM
  • Manoela de Moraes Gois Nascimento Centro Universitário Maria Milza - UNIMAM
  • Thaise da Paz Cardoso dos Santos Centro Universitário Maria Milza - UNIMAM
Palavras-chave: Sistema Único de Saúde, Reabilitação, Disfunções ortopédicas

Resumo

A partir da identificação do perfil epidemiológico através da ocorrência das patologias ortopédicas mais frequentes, o fisioterapeuta pode intervir nas necessidades específicas e individuais. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivos delinear o perfil epidemiológico de pacientes atendidos em um centro especializado de reabilitação da rede SUS; traçar o perfil o sociodemográfico; relacionar as principais patologias que acometem os pacientes por faixa etária e sexo; elaborar uma cartilha de orientações posturais e alongamentos para a patologia ortopédica de maior ocorrência. Tratou-se de uma pesquisa documental de corte transversal, natureza descritiva e de abordagem quantitativa. Foi realizado o levantamento de 271 prontuários de pacientes atendidos no período de janeiro a dezembro de 2019. Destes, baseados nos critérios de inclusão e exclusão, 197 foram selecionados e 74 excluídos. Observou-se que o sexo feminino foi o mais afetado (63,96%), numa faixa de idade entre 52 a 61 anos. O diagnóstico mais presente foi a lombalgia/ lombociatalgia (27,92%) seguida de lesões tendinosas (11,17%). Os resultados dessa pesquisa visam contribuir para que o fisioterapeuta conheça cada vez mais as disfunções preponderantes e o público mais acometido, podendo traçar melhores estratégias para a prevenção e tratamento de patologias ortopédicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
20-05-2022
Como Citar
Moraes, L. G. da S., de Moraes Gois Nascimento, M., & da Paz Cardoso dos Santos, T. (2022). Perfil epidemiológico de pacientes ortopédicos atendidos na Fisioterapia em um Centro de Reabilitação. Textura, 16(1), 1-15. https://doi.org/10.22479/texturav16n1p1-15
Seção
Ciências da Saúde e Biomédica